Semana da Paixão do Senhor

Os textos do dia: www.goo.gl/OLfBNh

San Baudelio de Berlanga (Soria), Indianapolis Museum of Art.

Q 06

Salmos 31: 9–16 * Eu entrego o meu espírito
1 Samuel 16: 11–13 * Samuel unge Davi
Filipenses 1: 1–11 * Encorajados a seguir a justiça de Cristo

S 07

Salmos 31: 9–16 * Eu entrego o meu espírito
Jó 13: 13–19 * Um servo mantém silêncio
Filipenses 1: 21–30 * Vendo Cristo nesta vida

S 08

Salmos 31: 9–16 * Eu entrego o meu espírito
Lamentações 3: 55–66 * Um clamor por socorro
Marcos 10: 32–34 * Subindo a Jerusalém

D 09 — Liturgia da Paixão

Isaías 50: 4–9a * O Servo submete-se ao sofrimento
Salmos 31: 9–16 * Eu entrego o meu espírito
Filipenses 2: 5–11 * Morte em uma cruz
 Mateus 27: 11–54 * A paixão e a morte de Jesus

S 10

Isaías 42: 1–9 * O Servo traz justiça
Salmos 36: 5–11 * Refúgio sob a sombra de suas asas
Hebreus 9: 11–15 * O sangue de Cristo redime para a vida eterna
João 12: 1–11 * Maria de Betânia unge Jesus

T 11

Isaías 49: 1–7 * O Servo traz salvação aos confins da terra
Salmos 71: 1–14 * Desde o ventre de minha mãe tens sido minha força
1 Coríntios 1: 18–31 * A cruz de Cristo revela o poder e a sabedoria de Deus
João 12: 20–36 * Jesus fala acerca de sua morte

Q 12

Isaías 50: 4–9a * O Servo é vindicado por Deus
Salmos 70 * Ó Deus, apressa-te em livrar-me
Hebreus 12: 1–3 * Olhe para Jesus, que suportou a cruz
João 13: 21–32 * Jesus prediz sua traição


Para Grupos de Discipulado

Memorização e Meditação

A vós também, que no passado éreis estrangeiros e inimigos no entendimento por causa das vossas obras más, agora ele vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de vos apresentar santos, inculpáveis e irrepreensíveis diante dele. — Colossenses 1: 21–22 — AS21

Catecismo

Por que era necessário que Cristo, o Redentor, morresse?
Uma vez que a morte é o castigo do pecado, Cristo morreu voluntariamente em nosso lugar para nos libertar do poder e da punição do pecado e levar-nos para Deus. Por sua morte expiatória substitutiva, unicamente ele redimiu-nos do inferno e adquiriu para nós o perdão dos pecados, a justiça e a vida eterna.

Leitura

Sacrifício, em Teologia Concisa, J. I. Packer.

Vídeos The Bible Project

Isaías 40–66, Filipenses, e Mateus 14–28

Oração

Senhor, sabendo a vontade de teu Pai, viste para o mundo nos salvar. Tu és o único que salva! Tu, nosso Redentor, morreste em nosso lugar para nos salvar. Pai, perdoa-nos os nossos pecados por causa do teu Filho. Que teu Espírito cuide de nós, e que teu amor sempre governe em nossos corações. Nós te pedimos por meio do teu Filho, em quem sempre estás satisfeito. Amém.

Salmo 36: 5–11

O teu amor, Senhor, chega até os céus;
a tua fidelidade até as nuvens.
A tua justiça é firme como as altas montanhas;
 as tuas decisões insondáveis como o grande mar.
Tu, Senhor, preservas
 tanto os homens quanto os animais.
Como é precioso o teu amor, ó Deus!
Os homens encontram
 refúgio à sombra das tuas asas
.
Eles se banqueteiam na fartura da tua casa;
tu lhes dás de beber do teu rio de delícias.
Pois em ti está a fonte da vida;
graças à tua luz, vemos a luz.

Estende o teu amor aos que te conhecem,
a tua justiça aos que são retos de coração.
Não permitas que o arrogante me pisoteie,
nem que a mão do ímpio me faça recuar.

Salmo 71: 1–14

Em ti, Senhor, busquei refúgio;
nunca permitas que eu seja humilhado.
Resgata-me e livra-me por tua justiça;
inclina o teu ouvido para mim e salva-me.
Peço-te que sejas a minha rocha de refúgio,
 para onde eu sempre possa ir;
dá ordem para que me libertem,
 pois és a minha rocha
 e a minha fortaleza.
Livra-me, ó meu Deus, das mãos dos ímpios,
 das garras dos perversos e cruéis.

Pois tu és a minha esperança,
 ó Soberano Senhor,
em ti está a minha confiança desde a juventude.
Desde o ventre materno dependo de ti;
tu me sustentaste
 desde as entranhas de minha mãe.

Eu sempre te louvarei!
Tornei-me um exemplo para muitos,
porque tu és o meu refúgio seguro.
Do teu louvor transborda a minha boca,
que o tempo todo proclama o teu esplendor.

Não me rejeites na minha velhice;
não me abandones
 quando se vão as minhas forças.
Pois os meus inimigos me caluniam;
os que estão à espreita juntam-se e
 planejam matar-me.
“Deus o abandonou”, dizem eles;
 “persigam-no e prendam-no,
pois ninguém o livrará.”
Não fiques longe de mim, ó Deus;
ó meu Deus, apressa-te em ajudar-me.
Pereçam humilhados os meus acusadores;
sejam cobertos de zombaria e vergonha
 os que querem prejudicar-me.
Mas eu sempre terei esperança
e te louvarei cada vez mais.

Salmo 70

Para o mestre de música. Davídico. Uma petição.

Livra-me, ó Deus!
Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!
Sejam humilhados e frustrados
 os que procuram tirar-me a vida;
retrocedam desprezados
 os que desejam a minha ruína.
Retrocedam em desgraça
 os que zombam de mim.
Mas regozijem-se e alegrem-se em ti
 todos os que te buscam;
digam sempre os que amam a tua salvação:
 “Como Deus é grande!”

Quanto a mim, sou pobre e necessitado;
 apressa-te, ó Deus.
Tu és o meu socorro e o meu libertador;
 Senhor, não te demores!

  • NVI