Semana da Páscoa do Senhor

Os textos do dia: goo.gl/OLfBNh

Q 13 Santa

Êxodo 12: 1–14 * A Páscoa do Senhor
Salmos 116: 1–2, 12–19 * O cálice da salvação
1 Coríntios 11: 23–26 * Proclamai a morte do Senhor
João 13: 1–17, 31b–35 * O serviço de Cristo: lava-pés e refeição

S 14 Paixão

Isaías 52: 13 — 53: 12 * O Servo sofredor
Salmos 22 * Por que me abandonaste?
Hebreus 10: 16–25 * O caminho para Deus está aberto
João 18: 1 — 19: 42 * A paixão e a morte de Jesus

S 15 Santo

Jó 14: 1–14 * Esperança para uma árvore
Salmos 31: 1–4, 15–16 * Tira-me do laço
1 Pedro 4: 1–8 * O evangelho proclamado até mesmo aos mortos
Mateus 27: 57–66 * O sepultamento de Jesus

D 16 A Ressurreição do Senhor

Isaías 25: 6–9 * A festa da vitória
Salmos 114 * Estremece, ó terra
1 Coríntios 5: 6b–8 * Celebremos a festa
Lucas 24: 13–49 * Fica conosco, Senhor

S 17

Salmos 118: 1–2, 14–24 * Neste dia Deus agiu
Êxodo 14: 10–31; 15: 20–21 * Israel cruza sobre o mar
Colossenses 3: 5–11 * Pensai nas coisas do alto

T 18

Salmos 118: 1–2, 14–24 * Neste dia Deus agiu
Êxodo 15: 1–18 * Canção no mar
Colossenses 3: 12–17 * A nova vida em Cristo

Q 19

Salmos 118: 1–2, 14–24 * Neste dia Deus agiu
Josué 3: 1–17 * Israel cruza para a terra prometida
Mateus 28: 1–10 * Proclamai a ressurreição

Basilica di San Marco (Veneza, Itália)

Para Grupos de Discipulado

Memorização e Meditação

Todavia, irmãos, não queremos que sejais ignorantes em relação aos que já faleceram, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, também devemos crer que Deus, por meio de Jesus, vai trazer juntamente com ele os que já faleceram. — 1 Tessalonicenses 4: 13-14 — AS21

Catecismo

O que a ressurreição de Cristo significa para nós?
Cristo triunfou sobre o pecado e a morte ao ser fisicamente ressuscitado, de maneira que todos os que confiam nele são levantados para uma nova vida neste mundo e para a vida eterna no mundo porvir. Assim como nós seremos um dia ressuscitados, igualmente este mundo será restaurado.

Leitura Adicional

Ressurreição, e Ressurreição Geral, em Teologia Concisa, J. I. Packer.

Oração

Deus Todo-poderoso, nós te agradecemos que, porque Cristo triunfou sobre o pecado e a morte, já fomos levantados para uma nova vida neste mundo e podemos esperar a vida eterna no mundo vindouro. Oramos para que, até alcançarmos nossa herança eterna, tu nos ajudes a viver para a tua glória. Agradecemos porquanto devido à morte e ressurreição de Cristo, podemos desfrutar de uma nova vida agora e na glória eterna. Amém.

Salmo 116: 1–2, 12–19

Eu amo o Senhor, porque ele me ouviu
 quando lhe fiz a minha súplica.
Ele inclinou os seus ouvidos para mim;
eu o invocarei toda a minha vida.

Como posso retribuir ao Senhor
 toda a sua bondade para comigo?
Erguerei o cálice da salvação
 e invocarei o nome do Senhor.

Cumprirei para com o Senhor
 os meus votos,
na presença de todo o seu povo.

O Senhor vê com pesar
 a morte de seus fiéis.
Senhor, sou teu servo,
Sim, sou teu servo, filho da tua serva;
livraste-me das minhas correntes.

Oferecerei a ti um sacrifício de gratidão
 e invocarei o nome do Senhor.
Cumprirei para com o Senhor
 os meus votos,
na presença de todo o seu povo,
nos pátios da casa do Senhor,
 no seu interior, ó Jerusalém!

Aleluia!

Salmos 22

Meu Deus! Meu Deus!
 Por que me abandonaste?

Salmos 31: 1–4, 15–16

Para o mestre de música. Salmo davídico.

Em ti, Senhor, me refugio;
 nunca permitas que eu seja humilhado;
 livra-me pela tua justiça.
Inclina os teus ouvidos para mim,
 vem livrar-me depressa!
Sê minha rocha de refúgio,
uma fortaleza poderosa para me salvar.
Sim, tu és a minha rocha e a minha fortaleza;
por amor do teu nome, conduze-me e guia-me.
Tira-me da armadilha que me prepararam,
 pois tu és o meu refúgio
.

O meu futuro está nas tuas mãos;
livra-me dos meus inimigos
 e daqueles que me perseguem.
Faze o teu rosto resplandecer
 sobre o teu servo;
salva-me por teu amor leal.

Salmos 18: 1–2, 14–24

Para o mestre de música. De Davi, servo do Senhor. Ele cantou as palavras deste cântico ao Senhor quando este o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul. Ele disse:

Eu te amo, ó Senhor, minha força.

O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza
 e o meu libertador;
o meu Deus é o meu rochedo,
 em quem me refugio.
Ele é o meu escudo e o poder que me salva,
 a minha torre alta.

Atirou suas flechas e dispersou meus inimigos,
 com seus raios os derrotou.
O fundo do mar apareceu,
 e os fundamentos da terra foram expostos
pela tua repreensão, ó Senhor,
 com o forte sopro das tuas narinas.

Das alturas estendeu a mão e me segurou;
tirou-me das águas profundas.
Livrou-me do meu inimigo poderoso,
dos meus adversários, fortes demais para mim.
Eles me atacaram no dia da minha desgraça,
mas o Senhor foi o meu amparo.
Ele me deu total libertação;
livrou-me porque me quer bem.

O Senhor me tratou
 conforme a minha justiça;
conforme a pureza das minhas mãos
 recompensou-me.
Pois segui os caminhos do Senhor;
não agi como ímpio,
 afastando-me do meu Deus.
Todas as suas ordenanças estão diante de mim;
não me desviei dos seus decretos.
Tenho sido irrepreensível para com ele
 e guardei-me de praticar o mal.
O Senhor me recompensou
 conforme a minha justiça,
conforme a pureza das minhas mãos
 diante dos seus olhos.

  • NVI
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.