Ceia do Senhor

Crianças à Mesa do Senhor

(Douglas Wilson)

“Nós nos comunicamos em Inglês com os nossos filhos antes mesmo que eles saibam Inglês, e isto não é um desperdício inútil de tempo. 
É assim que eles se tornam falantes nativos.


Da mesma forma, “comunicamos Graça” aos nossos filhos incluindo-os na Ceia. E qual o impacto de comunicar graça às crianças tão cedo?

Fazemos isso para que elas possam tornar-se falantes nativos da mesma graça.

Outra vez uma neta (cerca de dois anos), ao ver os presbíteros se aproximando, gritou: “Moço do pão! Moço do pão!”

Assim, como seria crescer com esse tipo de vivacidade?

Como seria nunca ter de desaprender as longas e duras lições da exclusão temporária da koinōnia? Não seria maravilhoso se fosse verdade?

Deus incita o salmista: “Abre bem a boca, e ta encherei.”

Que este dia seja a oração de todos os filhos de Deus.

Que todos os nossos pequeninos tenham o privilégio de, com alegria e simplicidade, aguardar ansiosamente pelos moços do Pão.”

Douglas Wilson; Prefácio de The Case for Covenant Communion.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.